“”seita”(sic!) cheque, vale-refeição, passe de ônibus, trem, metrô…”

Você deve conhecer essa famosa frase que o pessoal evangélico sempre diz em rodinhas descontraídas, quando o assunto é dinheiro para (sí) a igreja.
Mas a moda agora é aceitar cartão de crédito/débito! A iniciativa partiu de nada mais nada menos quem? Sim, dele! Edir Macedo. Odiado por uns, idolatrado por outros; e agora a Igreja Católica, paróquia de Ribeirão Preto, SP, resolve inovar, conforme você pode conferir a notícia abaixo, na íntegra.

Dizimo moderno

Dízimo moderno (Foto: Célio Messias/AE)

A Catedral de Ribeirão Preto, a 313 km de São Paulo, passará a aceitar a partir de segunda-feira (6) o pagamento de casamentos, batizados e até dízimo com o cartão de crédito. De acordo com o secretário da catedral, Rodrigo Assis, de 31 anos, a opção surgiu da demanda dos fiéis. “As pessoas começaram a perguntar se não aceitava o cartão de crédito e débito. Começou a ter uma freqüência grande as perguntas sobre isso”, afirmou. A máquina não será usada, no entanto, durante as missas, apenas para pagamentos na administração da igreja

Texto: Editoria do G1 Notícias – Edição São Paulo

É a tecnologia cada vez mais sendo utilizada dentro das mais antigas instituições conhecidas pela humanidade!

Particularmente, acho a idéia um tanto que interessante para ser aplicada em grandes cidades, onde andar com dinheiro no bolso é convidar ladrão pra banquete. Porém, o uso dessa tecnologia tem um pequeno desconforto: se sua igreja tiver um controle eficiente de fiéis e resolver adotar a “tática”, você estará frito se não colaborar regularmente. O pastor vai saber se você está sonegando o precioso dinheirinho de seu sustento e da igreja também.

Portanto, se sua igreja vier com essa “conversinha pra boi dormir”, não aceite. Isso é manipulação, e das mais grosseiras ainda. Quem avisa, amigo é!

Anúncios
comentários
  1. Andre Gondim disse:

    Me lembro no colégio um amigo dizia,

    “vou abrir uma igreja, afinal, pequenas igrejas grandes negócios”

    Abraços!! 😉

  2. επίσκοπος κάρολο disse:

    Quero o cartão de crédito do Papa!

  3. Daniel disse:

    Henri, nem tanto, pelo menos o $$ não some durante o trajeto gazofilácio-cofre-banco.

    Só um complemento, André, se pequenas igrejas grandes negócios imagine grandes igrejas.

  4. ZehRique disse:

    @Daniel: Velhão, se um dia isso acontecer com nossa instituição, eu procuro um meio de enviar dinheiro de forma anônima. Não quero ninguém comentando sobre o quanto eu colaborei ou deixei de colaborar.

  5. Daniel disse:

    Ah, isso é verdade! Não haverá anonimato, e isso é um GRANDE problema.

    Ei, mais alguns dias, e seremos vizinhos de bairro.

  6. ZehRique disse:

    @Daniel: Agora você captou a mensagem deste post. hehehehe

    Quanto a sermos vizinhos, vai ser uma boa! Mais um pra eu atazanar pessoalmente. hahahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s